quarta-feira, 30 de março de 2016

PMDB PODE VOLTAR AO PODER MÁXIMO SEM NUNCA TER GANHADO UMA ELEIÇÃO

PMDB tem chances reais de voltar ao comando do país sem ter sido diretamente eleito.O PMDB anunciou nesta terça-feira o rompimento com o governo federal, o que eleva consideravelmente o risco de Dilma Rousseff sofrer um impeachment e de o país passar a ser comandado pelo vice Michel Temer, presidente da sigla desde 2001.
“Estamos vivendo um momento histórico”, disse o senador Romero Jucá (PMDB-RR) durante o anúncio da saída.
O fim dessa estremecida relação ocorre no momento em que o governo está mais frágil, atingido pela crise econômica e pela escalada de acusações e protestos pedindo o afastamento de Dilma.
Caso a presidente sofra mesmo um impeachment, o controle do Brasil cairá novamente no colo do partido após um momento de instabilidade política. Mesmo sem jamais ter conseguido eleger diretamente um presidente, nas últimas três décadas a legenda esteve quase sempre muito próximo do poder como aliado do governo, independente de qual fosse seu espectro ideológico – se mais à esquerda ou à direita.

Nenhum comentário: