sábado, 26 de março de 2016

MATOU A MULHER PORQUE ELA SERIA ESTRESSADA


Chega ao fim o desaparecimento da jovem Jéssica Luana Barbosa, 20, Jéssica estava desaparecida desde o dia 7 de março em União da Vitória.
O Próprio marido confessou o crime, ele teria jogado a Jovem de sima da Ponte Transbrasiliana na BR 153, No Rio Iguaçu.
 Esta foi a declaração prestada pelo delegado chefe da 4ª Subdivisão Policial de União da Vitória (4ª SDP), Dr. Douglas Carlos de Possebon e Freitas, e confirmada pelo próprio suspeito, de 24 anos.
Marins disse que Jéssica era “muito estressada”. Ele disse que decidiu matá-la porque a jovem não se entendia com a família dele e estressava sua mãe, que morava com o casal, a filha e o sogro. No dia 06 de março, depois que saíram da casa da mãe de Jessica, a vítima, Marins disse que seguiu em seu veículo Pálio até a ponte. Alegando estar com um pneu furado, ambos desceram do veículo. “Foi muito rápido. Peguei-a e joguei no rio, viva. Entrei no carro, dei a volta e fui para a casa”, disse Marins.
Ainda que esclarecida a autoria do homicídio e ocultação de cadáver,  o delegado  disse que o quebra cabeça está incompleto. “Agora queremos saber se a mãe dele teve alguma participação no crime, ocultando detalhes ou participando. Vamos também apurar todas as circunstâncias que levaram Marins a cometer o crime”, disse. Marins teve sua prisão preventiva decretada na tarde de ontem, quinta-feira, 24, foi preso e está na 4ª SDP, junto  com outros 78 detentos.
Canal 500 com Coluna Net

Nenhum comentário: