domingo, 14 de janeiro de 2018

OS TÊNIS DOS ANOS 80 DEFINIAM A CLASSE SOCIAL DA POPULAÇÃO

As Historias e como as classes sociais eram definidas pelos calçados  que usavam especificamente na Categoria Tênis.

Tênis Conga

Conga o tênis básico que atendia a população de baixa renda, era vendido até em bares, o calçado simples pouco confortável mas "cabia" no orçamento das pessoas mais humildes, corre a lenda que muitas pessoas moradoras na zona rural caminhavam descalço quando ia para a cidade e só entrando na zona urbana calçava o Conga para não desgastar seu solado.


Kichute Tênis

O Kichute seguia mais ou menos a linha do Conga, ou seja era um calçado popular, um pouco mais caro mas ainda sim era adquirido pela classe mais humilde da população, no entanto o Kichute tinha um designer mais arrojado e duradouro e era muito usado como a "Chuteira do Pobre" e com uma peculiaridade era usado apenas pelos homens. 


Tênis Montreal 

Montreal o Tênis do Silvio Santos o calçado ficou bastante conhecido nos anos 80 devido a publicidade feita nos programas sa antiga TVS  hoje SBT O apresentador sorteava o tênis entre as Crianças que participavam do programa dominical de Silvio, o artigo não era de valor exorbitante mesmo assim distante da classe baixa renda, era muito usado pela população intermediária ou seja a classe baixa beirando a média.


Tênis Chinesinho 

Chinesinho o Tênis descartável, este tênis foi talvez o primeiro grande contrabando do Paraguai para o Brasil, até mais que o cigarro já que naquela época a industria tabajista paraguaia era suprimida pela brasileira, o tênis tinha pouca durabilidade, por isso era quase um produto descartável, era usado pela classe média baixa e chegou a ser uma febre nas escolas de segundo grau na época. 

Tênis All star
All star a Lenda! Jamais no Planeta vai aparecer um tênis pra superar o sucesso que foi o lançamento do tênis preferido das estrelas do cinema americano, chegou ao Brasil e também virou febre, alguns jovens de classe baixa e média  se sacrificavam e também sacrificavam os pais para poder ter um All star, era como se o tênis fosse a continuação  de algo que faltava no corpo ou na mente dos jovens.

Tênis Rainha 

Se tem Rainha é Rico, assim era a visão de muitos em relação a quem estava usando o tênis, que na época era disparado o mais caro e duradouro do mercado, tinha um forte concorrente chamado Topper, no entanto a marca numero Um da Burguesia era o Famoso Rainha, o tênis tambem era usado pela primeira grande seleção de v^lei do Brasil, e nem em sonho você via pessoas humildes usando o artigo de luxo, a não ser se ganhasse de presente, isso depois de ser muito usado por quem deu.

VEJA MAIS - MODELOS DE TÊNIS DURANTE OS ANOS

A Evolução do tênis no Brasil, acompanhe como mudaram, ou como foram forçados a mudarem, para não ficarem no passado.

O passado que fez história, mesmo com criticas e que de fato são consistentes, a verdade é que o Brasil sempre ficou muito atrás tanto na industria calçadista como na "moda", no inicio dos anos 70, apenas uma minoria, esta elitizada dispunha na aquisição de tênis digamos que apenas artistas usavam, tamanha diferença de classes que havia no país. 
A Famosa marca All Star era o modelo de tênis mais cobiçado do Brasil, feito de lona e borracha ainda tem como maior produto do mercado da empresa estadunidense Converse. É fabricado sob o nome de Chuck Taylor All Stars ou Converse All-Stars (também conhecido como "Chuck's") o modelo era sonho de consumo de 9 entre 10 jovens no Brasil (calçado), porem era quase que impossível um jovem de classe baixa conseguir um calçado nesses padrões, para vocês terem uma ideia, comparando salário e preço, o tênis se equivalia cerca de 89,53% de um salário minimo da época.

Outra marca que revolucionou a categoria foi a Rainha - Modelos assemelhados ao do bamba, porem com maior conforto e acabamento veio a suprimir os famosos congas e bambas, a marca entrou firma na modalidade esportiva que mais crescia na época, o Vôlei, patrocinando inclusive a seleção Brasileira, virou artigo de luxo, e caio na graça do público.
Alem disso a marca lançou no Brasil o famoso sapa-tênis uma mistura de mocassim e tênis esportivo, dando nome de regatas, e foi disparado o tênis mais vendido no fim dos anos 80.
Antigamente não havia uma enorme variedade de modelos e marcas de tênis como nos dias atuais. Os pés das crianças nos anos 70 e ínicio dos anos 80 foram calçados por um kichute, um bamba ou um conga. Os três eram "horríveis" em termos de conforto e design, mas o preço era bastante acessível. 
É fácil observarmos nos filmes principalmente os  americanos atores usando All star, tênis que dominou sozinho os anos 80 e começo dos anos 90, também podemos ver em filmagens da época um grupo específico aqui no Brasil usando a Marca, os Famosos Mauricinhos, com a entrada dos importados no Brasil, o acesso que antes era restrito apenas para a elite, foi democratizada pelo povão, e ficou  comum os Maravilhosos tênis da Marca Americana caçando os "Zé Povinhos".
Antes disso, a

O Kichute era um calçado todo preto confeccionado de lona e borracha, uma espécie de tênis com chuteira, pois possuía travas quadradas de borracha no solado e cadarços longos que podiam ser entrelaçados na canela ou arramados dando voltas pela sola. O problema deste tênis era o acúmulo de suor em seu interior, que formava o famoso "chulé".
 Kichute é um calçado, misto de tênis e chuteira, produzido no Brasil desde a década de 1970 pela Alpargatas. Com o slogan "Kichute, calce esta força" teve seu ápice entre os anos de 1978 e 1985, quando suas vendas ultrapassaram 9 milhões de pares anuais.
Já o Bamba era conhecido como "bamba cabeção", pois o bico era feito de borracha bem dura e resistente. Esse tênis era bastante usado para se jogar futebol de salão, já que proporcionava chutes bem fortes, principalmente de bico. Tinha na cor branca e azul.
Bamba é uma marca de um tênis fabricado no Brasil desde o início da década de 1970 e pertencente a empresa Alpargatas (São Paulo Alpargatas S.A.).


O Conga era o mais feio e o menos resistente dos três, porém o mais barato. Levíssimo, de lona e borracha muito finas. Havia duas opções: todo branco ou azul com sola e ponta branca. Mais tarde veio o vermelho para as meninas.
Conga é uma marca de calçado pertencente a empresa Alpargatas (São Paulo Alpargatas S.A.)
 Com um design simples, o modelo básico e original tem uma sola de borracha com cores diferentes ao restante do "corpo" do calçado e suas primeiras edições eram de baixo custo, sendo adotado por escolas públicas como parte componente do uniforme.


Com a vinda dos importados ao Brasil, esses tênis praticamente sumiram do mercado na metada da década de 80. 
Hoje os tênis são mais confortáveis, leves como pluma, as marcas investem tanto em tecnologia e anúncios, que chegam a pagar verdadeiras fortunas a atletas para estamparem suas marcas, alguns são tão futuristas que mais parecem naves espaciais,  mais absolutamente nada tira o clamour que foi no passado os Kichutes, bambas, gongas e all stars, pior pra você que nasceu neste século.

0 comentários: