sexta-feira, 25 de março de 2016

VEREADOR É PRESO ACUSADO DE AMEAÇA CONTRA EX-ESPOSA

FOI NOTÍCIA


O vereador Luis Steinle de Araújo de 37 anos, o Luisinho Gari, foi preso no final da tarde da ultima terça-feira (22) quando chegava na Câmara de Vereadores de Maringá. Policiais civis da Delegacia da Mulher deram voz de prisão ao vereador que foi colocado em uma viatura e encaminhado para a sede da 9ªSDP. Um mandado de prisão preventiva expedido pela juíza Mônica Fleith, do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher determinava o recolhimento do acusado para a prisão. No momento em que Luisinho Gari soube da ordem judicial, o vereador ficou irritado mas não reagiu a prisão. No setor de carceragem da Polícia Civil, o vereador foi autorizado a fazer uma ligação onde comunicou seu assessor que estava preso. O mandado de prisão contra o vereador foi expedido após uma denúncia de ameaça de morte e injúria feita pela ex-mulher de Gari, Camila de Lima de 27 anos. O vereador Luis Gari não poderia se aproximar da ex-mulher devido a uma medida protetiva. Em fevereiro, a ex-mulher registrou um boletim de ocorrência contra Gari alegando que estava recebendo ameaças de morte através do aplicativo Whatsapp. Um dos motivos das ameaças é porque o vereador teria pago com seu dinheiro uma cirurgia para implante de silicone nos seios. A reportagem tentou gravar entrevista com Luis Gari, mas ele preferiu ficar em silêncio. O advogado do vereador foi comunicado de sua prisão. Uma audiência já estava marcada para esta quarta-feira (23) no Fórum de Maringá para a homologação do divórcio. O vereador do (PDT), Luis Gari, está em uma cela separada dos demais presos. Nesta quarta-feira, a justiça decidirá a transferência ou não do vereador para a Casa de Custódia de Maringá.

Nenhum comentário: