sexta-feira, 25 de março de 2016

PRIMEIRO ABORTO POR CONTA DO ZIKA VÍRUS NO PARANÁ



O primeiro caso confirmado em que o vírus zika foi a causa de um aborto espontâneo no Paraná foi registrado em Londrina. O caso ocorreu na 14ª semana de gestação de uma paciente de 38 anos. Ela foi acompanhada por equipes médicas e passa bem. 

De acordo com a diretora da Vigilância e Saúde do município, Maria de Fátima Tomimatso, o fato ocorreu no início de fevereiro, mas a conclusão do laudo que apurou a causa do aborto só foi emitido em março. "Encaminhamos os exames ao Laboratório Central do Estado (LACEN) e tivemos a confirmação de que o aborto foi realmente ocasionado pelo vírus zika". 
O registro do primeiro caso confirmado de aborto em todo o Estado, coloca a Secretaria Municipal de Saúde em alerta, reforçando ainda mais a necessidade de prevenção e proteção. 
"Desde o início nós insistimos no alerta de risco de termos zika em Londrina e, diante do fato da presença do vírus no município, nossa maior preocupação realmente é com as gestantes. Reforçamos as proteções das gestantes como o uso de blusas de manga compridas e cores claras, evitar ambientes que sabidamente tenham pessoas contaminadas, e fazer o uso de repelente. A orientação vale para todos, mas valem reforço para as gestantes", alega

(bonde)

Nenhum comentário: